O primeiro jornal fast-news do Nordeste
JUAZEIRO DO NORTE - CE
JUANORTE
O Think Tank da Metrópole do Cariri

Capa   19/11/2017  Edição 443



CALENDÁRIO JUANORTE
(O Dia na História do Juazeiro)


JANEIRO

06/01/1950
Cerimônia oficial da pedra fundamental do Convento e Santuário de São Francisco, no Juazeiro, que acabou em tragédia com o assassinato do monsenhor Juviniano Barreto, então vigário da paróquia de Nossa senhora das Dores.
08/01/1871
Primeira missa celebrada pelo padre Cícero Romão Batista no altar da matriz de Nossa Senhora da Penha, em Crato, dando início ao seu sacerdócio, com a presença do vigário Manoel Joaquim Aires, familiares e amigos.
11/01/1925
Inauguração da estátua do Padre Cícero em bronze na praça da Liberdade, no centro do Juazeiro, rebatizada como o nome de Almirante Alexandrino em solenidade com a presença de 80 alunos da Escola de Aprendizes Marinheiros.
11/01/1934
Criação oficial da Escola Normal Rural de Juazeiro do Norte, que já vinha funcionando desde 1933, a primeira do Brasil , graças ao empenho dos professores Moreira de Sousa, Plácido Aderaldo Castelo e Amália Xavier de Oliveira.
13/01/1898
Partida do Padre Cícero deixando Juazeiro para longa viagem até Roma, atendendo convocação da Santa Sé, para se explicar sobre o fato extraordinário da hóstia ensangüentada, gerador de grande polêmica na Igreja do Brasil.
14/01/1914
Primeiro combate entre os romeiros do Padre Cícero com as tropas do Governo do Ceará no sítio Buriti, em Crato. Foi a reação dos romeiros para não verem Juazeiro destruido pelo Governo do Ceará com o apoio de Crato.
17/01/1914
Falecimento de Maria Magdalena do Espírito Santo Araujo, beata Maria de Araújo,
protagonista do chamado Milagre da Hóstia que transformou a vida do Padre Cícero e o destino do Juazeiro como centro de romarias do Nordeste.

21/01/1917
Criada a paróquia do Juazeiro, por ordem expedida em Roma desde 1898, mas não cumprida durante esse tempo todo pelo bispo do Ceará, dom Joaquim Vieira, algoz do Padre Cícero, sendo nomeado primeiro vigário padre Pedro Esmeraldo.
22/01/1914
Vitória dos romeiros do Juazeiro nos combates contra as tropas do Governo Franco Rabelo, que tentaram destruir a cidade e degolar o Padre Cícero, mas tiveram que sair fugindo, derrotadas, de volta para a capital.
24/01/1914
Tomada do Crato pelos romeiros do Juazeiro, determinada pelo chefe da revolução, Floro Bartolomeu, mas os soldados das tropas de Franco Rabelo já haviam se retirado na direção de Fortaleza, derrotadas, o que impediu uma catástrofe.
27/01/1864
Nascimento de Joana Tertuliana de Jesus, no lugar chamado Riacho do Sangue, de onde veio para o Juazeiro aos 12 anos, tornou-se governanta do Padre Cícero e foi consagrada ao serviço religioso como Beata Mocinha.

FEVEREIRO

02/02/2003
Publicação da primeira carta pastoral do bispo diocesano Fernando Pânico, ressaltando o papel evangelizador do Padre Cícero e abrindo caminho para sua realibilitação sacerdotal, através de estudos recomendados pelo Vaticano.
11/02/1912
Governador Franco Rabelo demite Padre Cícero da Prefeitura do Juazeiro, nomeia substituto João Bezerra e manda o capitão José Ferreira do Vale para hostilizar o fundador da cidade e seus seguidores, religiosos e políticos.

12/02/1912
Presidente do Ceará, Franco Rabelo rompe com o PRC (Partido Republicano Conservador), extinguindo assim o “Pacto dos Coronéis”, e começa a perseguição ao Padre Cícero, após exonerá-lo da função de prefeito do Juazeiro.
17/02/1898
Decreto da Santa Sé, em Roma, determina ao bispo do Ceará, providenciar o quanto antes a criação de uma paróquia no Juazeiro e a nomeação de um vigário para cuidar das almas e dos serviços da Igreja no povoado.
17/02/1933
Inauguração do campo de aviação do Juazeiro, no lugar onde se instalou depois o quartel da Polícia Militar, com a presença do Padre Cícero, aos 89 anos, que, mesmo já muito adoentado, fez questão de cumprimentar os pilotos.
22/02/1914
Último combate dos romeiros do Juazeiro contra as tropas do governador Franco Rabelo já em Fortaleza.Os romeiros avançaram e sitiaram Fortaleza. O governador foi deposto e fugiu de capital cearense. Vitória dos romeiros do Juazeiro.
24/02/1923
Instalada a Comarca de Juazeiro do Norte, criada pela Lei 2.047 de 1922, tendo como primeiro juiz o dr. Juvêncio Santana, que depois se tornou Secretário do Interior e de Justiça do Ceará, no Governo Moreira da Rocha.
25/02/1898
Padre Cícero desembarca em Roma, para encontro com o papa Leão XIII, depois de longa e cansativa viagem desde Juazeiro que havia deixado em 13 de janeiro, passando pelo Recife, onde havia embarcado em 03 de fevereiro.
28/02/1967
Posse do padre Murilo de Sá Barreto, substituto de monsenhor Alves de Lima, como vigário titular da Paróquia de Nossa Senhora das Dores, onde já exercia função de vigário cooperador desde inicio de sua atividade pastoral em 1958.

MARÇOARÇO

01/03/1860
Matriculado Padre Cicero aos 16 anos no Colégio Padre Rolim, em Cajazeiras, interior da Paraíba, como aluno interno, sob a orientação do renomado educador padre Inácio de Souza Rolim, iniciando seus estudos de seminarista.
04/03/;1914
Governo Federal decretou estado de sitio no Estado do Ceará encerrando a guerra das tropas de Franco Rabelo contra Juazeiro.Dr. Floro B
artolomeu ganhou as honras de ministro e Padre Cícero voltou a ser prefeito do Juazeiro.
06/03/1889
Primeira das mais de 100 aparições do fenômeno da hóstia ensangüentada em missa celebrada pelo Padre Cícero, na primeira sexta-feira da quaresma, quando ele deu a Santa Comunhão para a jovem beata Maria de Araújo.
06/03/1926
Entrada do rei do Cangaço, Lampião, e seu bando, no Juazeiro, convidado pelo deputado Floro Bartolomeu para integrar o Batalhão Patriótico contra a Coluna Prestes, sem conhecimento prévio do Padre Cícero.
07/03/1865
Ingresso do jovem Cícero Romão Batista no Seminário da Prainha, em Fortaleza, dirigido pelos padres lazaristas, avançando em seus estudos para formação sacerdotal que seriam concluídos em novembro de 1870.
08/03/1926
Falecimento do deputado federal Floro Bartolomeu, grande amigo e defensor do Padre Cícero e combativo líder na campanha pela emancipação política de Juazeiro do Norte em 1911.
09/03/1926
Saída de Lampião do Juazeiro, acatando ordem do Padre Cícero e levando consigo um documento assinado pelo inspetor federal Pedro Uchoa, do Ministério da Agricultura, que lhe conferia a patente de capitão.
15/03/1914
Cerco de Fortaleza pelos romeiros do Padre Cícero, na chamada Revolução do Juazeiro, forçando Franco Rabelo a deixar o Governo e a capital, vindo a ocupar seu lugar o general Setembrino de Carvalho, que restabeleceu a ordem no Estado.
22/03/2001
Padre Cícero do Juazeiro eleito "O Cearense do Século" numa campanha de votação popular promovida pela Rede Globo de Televisão com o apoio no Ceará do Sistema Verdes Mares de Comunicação.
24/03/1898
Primeira carta do Padre Cícero, escrita em Roma e destinada a sua mãe e sua irmã Angélica, no Juazeiro, comunicando a felicidade de ter visto o papa Leão XIII em cerimônia pública e conhecido lugares sagrados da Cidade Eterna.
24/03/1844
Nascimento de Cícero Romão Batista na casa dos pais Joaquina Vicência Romana, doméstica, conhecida como dona Quinô, e Joaquim Vicência Romão Batista, pequeno comerciante, na cidade de Crato, ao sul do Ceará.
24/03/1934
Grande festa na igreja e nas ruas do Juazeiro, incluindo banquete realizado pelas autoridades e pelo povo na residência do Padre Cícero, pelos seus 90 anos de idade, último aniversário que ele festejou com emoção e felicidade.
24/03/2006
Inauguração da TV Verde Vale do Juazeiro, a primeira televisão da região do Cariri, empreendimento privado do Grupo Manoel Salviano, marcando início de nova fase no progresso da Metrópole do Cariri.
31/03/1939
Instalação oficial dos Salesianos no Juazeiro, iniciando suas atividades no Círculo Católico São José, como Oratório Festivo e curso de primeiro grau, depois grande Colégio Salesiano, formador de grande parte da juventude juzeirense.

ABRIL

04/04/1894
Decisão do Vaticano, assinada pelo Cardeal Mônaco, com base em documentos enviados pelo bispo do Ceará, dom Joaquim Vieira, mantendo suspensão das ordens do Padre Cícero e ameaçando-o de excomunhão.
08/04/1844
Batismo de Cícero Romão Batista na matriz de Nossa Senhora da Penha, em Crato, com padrinhos o avô paterno Romão José Batista e a tia materna Antonia Catão, em cerimônia oficiada pelo vigário Manoel Joaquim Aires.
11/04/1872
Chegada do Padre Cícero ao Juazeiro, para residir, definitivamente, convidado pelos moradores do povoado, onde foi recebido com grande festa e iniciou sua jornada apostólica em favor da população do Nordeste.
16/04/1926
Padre Cícero eleito deputado federal para ocupar vaga aberta pela morte do seu amigo Floro Martolomeu
, mas reafirmando o seu grande amor ao Juazeiro não deixou a cidade para assumir o mandato no Rio de Janeiro.
17/04/1988
Primeiro Simpósio Internacional sobre Padre Cícero e os Romeiros, organizado pela Universidade Regional do Cariri, reunindo estudiosos brasileiros e estrangeiros durante três dias no Memorial Padre Cícero em Juazeiro do Norte.
20/04/1944
Falecimento da Beata Mocinha, depois de uma vida inteira dedicada aos serviços da Casa do Padre Cícero e de admirável dedicação aos pobres, sendo uma das pessoas mais importantes da história inicial do Juazeiro.
26/04/1942
Cerimônia de Instalação do Colégio Salesiano Dom Bosco no Juazeiro, sob a direção do Padre Antonio Agra, atendendo anseio e apelo do Padre Cícero, que deixou vasto patrimônio para a congregação.

MAIO

01/05/1967
Festiva inauguração da Rádio Progresso do Juazeiro, Emissora de Educação e Cultura, segunda da cidade, empreendimento do juazeirense Grupo Bezerra de Menezes, com show reunindo 30 artistas do Recife.
01/05/1970
Grande festa deinauguração do Estádio Olímpico do Juazeiro - O Romeirão, construído pela prefeito Mauro Sampaio,com capacidade para 24 mil pessoas, o melhor do interior do Ceará e um dos maiores do Nordeste brasileiro.
06/05/1926
Eleição do Padre Cícero como deputado federal do Ceará, recebendo votação em todos os municípios do Estado, mas ele nunca quis sair do Juazeiro para assumir o cargo na capital federal, Rio de Janeiro.
10/05/1908
Chegada ao Juazeiro do médico Floro Bartolomeu da Costa, natural de Salvador, e do engenheiro francês Conde Adolfo van den Brule, que se tornaram grandes amigos do Padre Cícero, moradores e ardorosos defensores do povoado. 11/05/1937
Violento ataque de tropas militares do Governo do Ceará ao sítio Caldeirão, de propriedade do Padre Cícero, onde vivia o Beato José Lourenço com cerca de cinco mil pessoas, das quais centenas morreram em verdadeira chacina.

23/05/1963
Nascimento no Juazeiro de Maria Magdalena do Espírito Santo Araujo, depois beata Maria de Araujo, filha de Antonio da Silva Araujo e Ana Josefa do Sacramento. Protagonista do chamaod Milagre da Hóstia em 1889.

JUNHO

05/06/1927
Empossado o terceiro vigário da Paróquia de Nossa Senhora das Dores, monsenhor Alves de Lima, que reiniciou a construção da matriz, fundou a Pia União das Filhas de Maria e o Circulo Católico São José.
17/06/1891
Padre Cícero se apresenta ao bispo do Ceará, dom Joaquim Vieira, em Fortaleza, onde respondeu a 18 questões contidas no "Auto de Perguntas", tendo como testemunhas monsenhor Hipólito Brasil e padre Glycério da Costa Lobo.

28/06/1862
Falecimento do comerciante Joaquim Romão Batista, pai de Cícero Romão Batista, em Crato, vítima de uma epidemia de cólera, vinda da Europa, que se alastrou pelo Brasil e chegou ao Cariri, fazendo milhares de vítimas.

JULHO

03/07/1926
Fundada a Associação dos Empregados no Comércio de Juazeiro do Norte, sob os auspícios do Padre Cícero, com objetivo principal de garantir educação primária para os sócios, seus filhos e dependentes.
07/07/1889
Primeira romaria ao Juazeiro, organizada pelo vigário de Crato, monsenhor Francisco Monteiro, que anunciou o milagre para três mil pessoas na igreja de Nossa Senhoras das Dores, deixando Padre Cícero contrariado.
14/07/1934
Cirurgia de sucesso na vista do Padre Cícero, realizada no Juazeiro pelo médico Isaac Salazar do Amaral, vindo especialmente do Recife para atender pedido do sacerdote que já estava com muita dificuldade para enxergar.
17/07/1891
Comparecimento do Padre Cícero diante do bispo do Ceará, dom Joaquim Vieira, a quem respondeu um Auto de Perguntas com 18 respostas sobre o fato extraordinário do Juazeiro, considerando-o manifestação divina.
19/07/1891
Determinação do bispo do Ceará, dom Joaquim Vieira, ao Padre Cícero e demais sacerdotes que tinham presenciado o caso da beata Maria de Araújo, no Juazeiro, para que negassem ser um milagre divino.
19/07/1909
Circulação da primeira edição do jornal “O Rebate”, fundado pelo padre Alencar Peixoto, com apoio do Padre Cícero, para lutar pela Independência do Juazeiro, ainda povoado pertencente ao município do Crato.
19/07/1934
Agravamento da saúde do Padre Cícero, que sofre intensas dores intestinais e passa o dia assistido pelo padre Pedro Esmeraldo, pelos médicos Mozart de Alencar, Elísio de Figueiredo e Pio Sampaio e pelo farmacêutico José Geraldo da Cruz.
20/07/1934
Falecimento do Padre Cícero Romão Batista, aos 90 anos, vítima de uma crise de imobilidade intestinal irreversível, depois de dizer suas últimas palavras: “No Céu, vou rogar a Nossa Senhora por vocês todos”.
21/07/1934
Sepultamento do corpo do Padre Cícero, no Juazeiro, na capela de Nossa Senhora do Socorro, depois de cortejo fúnebre saído de sua casa reunindo aproximadamente 60 mil pessoas do Cariri e do Nordeste brasileiro.
22/07/1911
Aprovação pela Assembléia Legislativa do Ceará do decreto 1028, estabelecendo a autonomia do Juazeiro e sua independência do Crato passando a se constituir o mais novo município do Estado do Ceará.
22/07/1988
Inauguração do moderno Memorial Padre Cícero, construído pelo prefeito Manoel Salviano, maior e mais moderno espaço de eventos do Cariri, com mais mil peças e objetos pessoais pertencentes ao Patriarca do Juazeiro
23/07/1914
Depois de sua independência em 1911, Juazeiro foi elevado à categoria de cidade nesta data pela Lei 1.178 aprovada pela Assembleia do Ceará
passando a ser o mais novo município do Estado.

AGOSTO

05/08/1914
Falecimento no Juazeiro de Joaquim Vicência Romana, Dona Quinô, mãe do Padre Cícero, depois de sentir ligeira indisposição logo cedo, assistida por sua enfermeira que a encontrou morta quando foi lhe servir o almoço.
06/08/1892
Suspensão das ordens sacerdotais do Padre Cícero, que ficou proibido de celebrar, confessar e pregar no povoado do Juazeiro, por determinação arbitrária, em portaria, do bispo do Ceará, dom Joaquim Vieira.
14/08/1891
Manifestação pública do Padre Cícero, contra sua vontade, mas por humildade e obediência ao seu superior na Igreja, negando o Milagre do Juazeiro, por determinação do bispo do Ceará, dom Joaquim Vieira.
14/08/1910
Falecimento, vítima de pneumonia, do professor e jornalista José Marrocos, um dos mais importantes líderes do movimento pela Independência do Juazeiro, deixando o então povoado em clima de consternação geral.
15/08/1851
Primeira comunhão feita por Cícero Romão Batista, oficiada pelo padre Manoel Joaquim Aires, na matriz de Crato, no dia consagrado à Nossa Senhora da Assunção, com a presença dos pais, familiares e amigos.
15/08/1907
Padre Alencar Peixoto deixa o Crato e fixa, definitivamente, residência no povoado do Juaziero onde, sob a égide do Padre Cícero, passa a chefiar o movimento pela Independência do Juazeiro

16/08/1907
Publicação de boletim, por lideranças do Juazeiro, convocando a população para reunião cívica na casa do major Joaquim Bezerra de Menezes, visando organizar o movimento pela Independência e engrandecimento do “florescente povoado”.
18/08/1884
Inauguração da nova igreja de Nossa Senhora das Dores, no Juazeiro, construída pelo Padre Cícero, em solenidade presidida pelo segundo bispo do Ceará, dom Joaquim Vieira, futuro algoz do capelão juazeirense.
19/08/1889
Consagração total da Beata Maria de Araújo a Nossa Senhora, sob orientação do seu diretor espiritual, Padre Cícero, em cerimônia restrita na capela do Santíssimo Sacramento, na igreja de Nossa Senhora das Dores.
22/08/1891
Despacho do bispo do Ceará, dom Joaquim Vieira, negando apelação de sacerdotes do Cariri em favor do Padre Cícero e ameaçando o capelão do Juazeiro de suspensão de ordens sacerdotais caso falasse novamente em milagre.
30/08/1910
Manifestação de mais de 15 mil pessoas do povo do Juazeiro em passeata até a praça pública gritando “Queremos nossa Independência” , encerrada com discursos inflamados de Alencar Peixoto e Floro Bartolomeu.

SETEMBRO

03/09/1910
Concentração e reação de 15 mil pessoas do Juazeiro contra ataque de batalhão de polícia da Prefeitura do Crato para cobrança de impostos, deixando o Padre Cícero indignado: “Sou filho do Crato, mas Juazeiro é meu filho”.
05/09/1898
Em visita a Roma, Padre Cícero recebeu, com a maior alegria, permissão do cardeal Parocchi, para celebrar missa na capela de Nossa Senhora das Dores, na igreja de São Carlos Al Corso.
07/09/1898
Apresentação do Padre Cícero diante do Tribunal do Santo Ofício, em Roma, onde deu explicações sobre o fato extraordinário do Juazeiro, sujeitou-se aos decretos da Igreja e ganhou absolvição do Vaticano.
07/09/1910
Festa popular pela emancipação do Juazeiro, depois de reunião de líderes na casa do Padre Cícero, com a multidão reunida na principal praça do até então povoado e gritando “Viva a nossa Independência”.
15/09/1827
Lançamento da pedra fundamental da primeira capela de Nossa Senhora das Dores, em frente a três juazeiros, no sítio Tabuleiro Grande, que passou a ser ponto de encontro de viajantes em travessia pelo Ceará para Pernambuco e Bahia.
15/09/1872
Padre Cícero assume o cargo de capelão da igreja de Nossa Senhora das Dores, nomeado pelo primeiro bispo do Ceará, dom Antonio Luiz dos Santos, do qual havia recebido a ordenação sacerdotal.

15/09/1898
Autorização do Santo Ofício, assinada pelo cardeal Lucídio Maria Parocchi, restabelecendo ao Padre Cícero ordem para celebrar missa como capelão da igreja de São Carlos Al Corso, durante sua permanência em Roma.
15/09/1938
Fundação, pela família Bezerra de Menezes,do Banco do Juazeiro, depois Banco Industrial do Cariri e, finalmente, BIC-Banco Comercial e Industrial, sexto maior banco de capital nacional privado do Brasil, com agências em todo o País.
18/09/1887
Chegada ao Juazeiro, vinda da França, a imagem de Nossa Senhora das Dores, encomendada pelo Padre Cícero, que oficiou cerimônia de intronização acompanhada por muitos católicos e festejada com foguetório.
23/09/1891
Instala-se em Crato a primeira comissão de inquérito, designada pelo bispo do Ceará, dom Joaquim Vieira, e formada pelos padres Glicério da Costa e Francisco Antero para o examinar o “O Milagre da Hóstia”.

OUTUBRO

01/10/2009
Juazeiro passa a ter sua segunda televisão: TV Cariri, canal 9, instalada no bairro São José, pertecente ao Sistema Verdes Mares de Comunicação, integrante da Rede Globo, maior do Brasil e quarta maior do mundo.
04/10/1911
Solenidade de posse do Padre Cícero como primeiro prefeito do Juazeiro, nomeado pelo governador Nogueira Acioli, seguida da assinatura do “Pacto dos Coronéis” pelos principais chefes políticos do Cariri.
04/10/1923
Assinatura de Testamento pelo Padre Cícero deixando para a Congregação Salesiana e a Igreja de Nossa Senhora das Dores a maioria do seu patrimônio, formado por doações de afilhados e fieis amigos de todo o Nordeste.
06/10/1898
Ao meio-dia, recebido em audiência em Roma pelo papa Leão XIII e sendo absolvido das acusações que lhe imputava o bispo do Ceará, dom Joaquim Vieira, Padre Cícero chorou de alegria e ofereceu um rosário de ouro ao Pontífice.
19/10/1888
Fundação no Juazeiro, pelo Padre Cícero, da Associação do Sagrado Coração de Jesus, também chamada “Apostolado da Oração”, para missas, orações e comunhões reparadoras, diante dos temores de repetição da terrível seca de 1887.
22/10/1930
Destruído o túmulo da Beata Maria de Araújo, na Capela do Socorro, no Juazeiro, por ordem do vigário Monsenhor Alves de Lima, para satisfazer o então bispo do Crato, dom Quintino Oliveira, deixando o Padre Cícero muito abalado.
31/10/1891
Conclusão dos trabalhos da primeira comissão de inquérito, formada pelos padres Glicério da Costa e Francisco Antero, considerando o fato extraordinário do Juazeiro como verdadeiro milagre divino.

NOVEMBRO

01//11/1969
Inauguração da estátua do Padre Cícero, na Colina do Horto, no Juazeiro, construída pelo Prefeito Mauro Sampaio, com 27 metros de altura, a segunda maior do Brasil, depois do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro.
01/11/2005
Inauguração, pelo governador Lúcio Alcântara, em Juazeiro do Norte, do Luzeiro do Nordeste, uma torre metálica de 113 metros de altura e 256 toneladas de aço, a maior do Nordeste, em frente à grande Praça dos Romeiros.
08/11/1926
Inauguração da Estação Ferroviária do Juazeiro, por iniciativa do Padre Cícero, com a chegada do primeiro trem da Reve Viação Cearense, vindo de Fortaleza, abrindo nova fase de progresso e de civilização na história da cidade.

15/11/1898
Reencontro do Padre Cícero, ao chegar de Roma, com o bispo do Ceará, dom Joaquim Vieira, em Fortaleza, relatando suas atividades na Cidade Eterna e apresentando, por escrito, seu ato de submissão total ao diocesano.
15/11/1951
Inauguração da Rádio Iracema do Juazeiro, a primeira da cidade, integrante da Rede Iracemista de Emissoras Cearenses, com show reunindo grandes artistas nacionais: Nelson Gonçalves, Carmen Costa, Nora Ney e Dalva de Oliveira.
25/11/1929
Comitiva de ilustres políticos no Ceará, chefiados pelo governador Matos Peixoto, passa o dia no Juazeiro com o Padre Cícero pedindo-lhe e ganhando apoio para o candidato a Presidente da República, Julio Prestes, eleito em 1930.

28/11/1891
Leitura e desaprovação do bispo do Ceará, dom Joaquim Vieira, que, decepcionado e irritado com o relatório da primeira comissão de inquérito, decidiu pela nomeação de nova comissão para negar o milagre do Juazeiro.
30/11/1870
Ordenação do Padre Cícero Romão Batista, em cerimônia solene na igreja do Seminário da Prainha, em Fortaleza, presidida pelo primeiro bispo do Ceará, dom Luiz Antonio dos Santos.

DEZEMBRO

04/12/1898
Chegada festiva do Padre Cícero ao Juazeiro, vindo de Roma, onde fora recebido pelo papa Leão XII, passando pelo Recife e por Fortaleza, e complementando a viagem cortando o interior do Ceará em lombo de cavalo.
04/12/2005
Falecimento do monsenhor Murilo de Sá Barreto, aos 75 anos de idade, em Fortaleza, depois de 45 anos de relevantes serviços nas áreas religiosa e cultural prestados ao Juazeiro como Vigário do Nordeste e da grande Nação Romeira.
12/12/1913
Envio de tropas de Fortaleza para o Crato, pelo governador Franco Rabelo, com ordens ao comandante Alípio de Barros para atacar o Juazeiro, destruir a cidade e degolar o Padre Cícero levando sua cabeça espetada para a capital.
14/12/1913
Convocação do povo do Juazeiro pelo Padre Cícero para construção de grande valado com muros de pedra cercando a cidade, chamado Círculo da Mãe de Deus, trincheira feita em apenas seis dias para defesa contra as tropas do Governo.
19/12/1913
Comando do batalhão do governador Franco Rabelo instalado no Crato dá prazo ao Padre Cícero para se render em 12 horas, mas o deputado Floro Bartolomeu, de contra-ataque preparado, não deixa a mensagem chegar ao sacerdote.
20/12/1911
Aprovação do nome do Padre Cícero como 3º Vice-Presidente do Ceará por proposta do governador Nogueira Acioli em reunião dos delegados do Partido Republicano Conservador realizada em Fortaleza.
20/12/1913
Deslocamento de mil homens do batalhão de Franco Rabelo partindo do Crato para ataque ao Juazeiro, mas foram todos surpreendidos e vencidos por milhares de romeiros armados em trincheiras protegendo a cidade.
24/12/1871
Primeira visita do Padre Cícero ao povoado do Juazeiro, onde chegou montado a cavalo, foi recebido em clima de festa e celebrou à meia-noite a Missa do Natal na capela de Nossa Senhora das Dores.
28/12/1891
Padre Glycério da Costa Lobo, chefe do primeiro inquérito sobre o Milagre da Hóstia no Juazeiro, entrega relatório intitulado "Processo do Inquérito" ao bispo dom Joaquim Vieira, no qual proclama "Os Milagres do Juazeiro".

Pa

     
CREDO JUANORTE
LOCALIZAÇÃO